Sementes que promovem o desenvolvimento


6-Entrega de Mudas-foto fernando gomes

Mudas de árvores são entregues ao público através da programação cultural da Fenamilho

Mudas de árvores nativas foram entregues neste sábado (6) para o público da Fenamilho Internacional -18ª edição. A atividade integra o projeto cultural da Feira, aprovado junto ao Ministério da Cultura – Governo Federal, que prevê iniciativas de redução de impacto ambiental. No total, através do projeto, serão distribuídas 500 mudas de árvores entre as doadas ao público do evento e as que serão destinadas ao túnel verde do município de Santo Ângelo, localizado na estrada de acesso ao distrito de Rincão do Sossego. Ainda integram as ações relacionadas ao impacto ambiental as atividades da Secretaria de Meio Ambiente na Feira.

Presente na ocasião, o secretário adjunto da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Estado, André Kryszczun destacou que “para além dos fatores relacionados à promoção do desenvolvimento econômico, a Fenamilho também oportunizou a valorização da diversidade cultural do município e da região, mostrando, através das inúmeras atividades, o quão diversa e rica é a nossa produção cultural”.

Acesso democrático

Até o final da Fenamilho Internacional -18ª edição, mais de 35 mil pessoas devem passar pelo Parque de Exposições Siegfried Ritter com acesso gratuito às atividades da programação cultural. “A meta do projeto previa 30 mil acessos gratuitos e em seis dias de Feira esse número já havia sido superado. Somente no dia 2 de maio, data em que toda a comunidade local e regional teve acesso gratuito ao Parque de Exposições, tivemos aproximadamente 20 mil pessoas que acessaram as atrações”, ressalta a produtora cultural da MK Projetos & Produções Culturais, Odila Motta.

Através da programação cultural, a comunidade acompanha atividades culturais de diferentes áreas durante os nove dias de Fenamilho, entra elas apresentações de teatro, circo, artes circenses, música instrumental, música folclórica gaúcha e missioneira, grupos étnicos, intervenções circenses, intervenções teatrais humorísticas, exposição de artesanato em palhas de milho, missioneiro e indígena, coral indígena, oficina básica de formação de teatro. No total, até este domingo (7), serão realizadas 65 atividades no Palco Cultural, na Arena Via Certa (palco das apresentações do programa Ronda Gaúcha e do Show do Guri de Uruguaiana), e em outros espaços no Parque de Exposições.

Alunos de escolas da rede pública municipal, estadual e federal, patrocinadores, portadores de deficiência e grupos de baixa renda previamente agendados também tem acesso gratuito à programação. “Isso é muito importante, pois além de oportunizarmos diversas atividades culturais para pessoas que talvez não tivessem, ou não têm condições de acessar esses bens e produtos culturais, também estamos colocando no palco os grupos culturais do município, valorizando a nossa produção local”, destaca Odila.

Mais de 1 800 artistas estão envolvidos em toda a programação cultural, sendo cerca de 95% de talentos locais. A programação integra as instituições e grupos do município, como CTGs, companhias de teatro e de circo, grupos de danças urbanas, profissionais do artesanato, da músicas instrumental, dos corais e das etnias.

Acessibilidade e inclusão

Na sexta-feira (5), a acessibilidade e a inclusão foram destaque na programação cultural da Fenamilho. Integrantes da Associação de Surdos fizeram parte da plateia e alunos da Apae de Santo Ângelo apresentaram a peça teatral “Aldeia”. O espetáculo mostra a rotina das tribos em aldeias, como a divisão de tarefas. Conforme a diretora da Apae, Ângela Rodrigues Colla de Almeida, “além de ser uma atividade que estimula a independência e a autonomia, também promove a inserção dos alunos nas atividades da Fenamilho Internacional, mostrando suas habilidades”, ressalta, complementando que “apesar do preconceito que sabemos que ainda existe, percebemos o carinho e o respeito de pessoas e instituições que nos convidam para seus eventos”.

A peça teatral foi premiada em Festival Regional de Artes e representou a região no Festival Estadual das Apaes. Integram o elenco do espetáculo, sete alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Apae, ensaiados pela professora Eliane de Oliveira Leite. A coreografia é de Adriana Schadeck.

36-Palco Cultural-foto fernando gomes 25--Apresentação da Apae-teatro-foto fernando gomes 9-Entrega de Mudas-foto fernando gomes




Comments are closed.

Voltar ao Topo ↑