Sementes que promovem o desenvolvimento


Balanço Fenamilho (3)

Fenamilho registra superavit de mais de R$ 1 milhão

                Balanço Fenamilho (3) Balanço Fenamilho (1) Balanço Fenamilho (4)Um mês após a realização da Fenamilho Internacional – 18ª edição, o presidente da Feira e vice-prefeito, Bruno Hesse, reuniu integrantes da comissão central, entidades, autoridades e imprensa para a apresentação de relatório final e prestação de contas. O encontro ocorreu na quinta-feira (8), no Clube Gaúcho. A Feira ocorreu em Santo Ângelo, de 29 de abril a 7 de maio, no Parque de Exposições Siegfried Ritter.

            O balancete de receitas e despesas da Fenamilho apontou o lucro líquido operacional de R$ 1.046.940,00. Foram R$ 1.801.682,22 de receitas (com venda de espaços, ingressos e outras receitas diversas) e R$ 754.742,20 em despesas para a realização do evento. O saldo disponível em caixa na Fenamilho Internacional atualmente é de R$ 501.505,69, pois do total do lucro, R$ 458.653,06 foram usados para pagamentos de débitos de feiras anteriores, bem como, para a manutenção da estrutura administrativ e R$ 86.781,27 foram devolvidos ao Ministério do Turismo.

            “Fizemos um grande evento com muita paixão, racionalidade e economicidade. Estamos construindo uma Feira para o futuro”, avalia o presidente. Conforme Hesse, a Feira registrou um número recorde de expositores satisfeitos, que já desejam garantir o seu espaço para a próxima edição, que deverá ser realizada de 27 de abril a 5 de maio de 2019.

            Na ocasião, Bruno reforçou o comprometimento do poder público e da comissão central na organização da Fenamilho, que uniram forças para enfrentar as dificuldades e realizar o evento diante da recessão econômica. Para Hesse, além de se destacar no cenário estadual e nacional, com grande participação de ministros, deputados federais e estaduais, bem como prefeitos e vereadores de municípios de toda a região, esta edição da Fenamilho consolidou o seu conceito “internacional”. O evento recebeu diversas autoridades do Mercosul em fóruns de debate sobre a agricultura, o turismo e outras temáticas para a promoção do desenvolvimento. O presidente ainda reforçou o status da Fenamilho Internacional como uma multifeira, que congrega cultura, turismo, gastronomia, lazer e negócios, com ênfase para o agronegócio, o “carro-chefe da economia brasileira”, destaca.

            A união dos setores e dos segmentos da sociedade para a realização da Fenamilho também foi salientada pelo deputado estadual Eduardo Loureiro. Na avaliação do parlamentar, os resultados foram excepcionais e surpreendem positivamente. “Neste cenário adverso, conseguir alcançar um resultado nesta magnitude precisa ser exaltado e reconhecido. E o sucesso não foi somente em termos econômicos, também tivemos saldos positivos em questões de organização e de promoção de lazer, por exemplo. A Fenamilho reforçou o seu papel como vitrine de potencialidades, fortalecendo o setor produtivo com geração de emprego e renda”, destacou Loureiro.

            Segundo o prefeito de Santo Ângelo, Jacques Barbosa, os resultados refletem e confirmam o clima de otimismo visto nos dias de Feira. “A Feira mostrou que mesmo em momentos difíceis é possível fazer mais com menos, tendo planejamento, organização, criatividade e principalmente vontade de fazer acontecer. E isso foi o que não faltou para a equipe da Fenamilho”, destacou o prefeito.

            PESQUISA DE COMERCIALIZAÇÃO

            Pesquisa realizada pela URI, campus Santo Ângelo, apontou os valores comercializados por áreas. No total, foram R$ 17.236.000,00 em vendas. Com um percentual de 97,7 %, ficaram adiantadas negociações de R$ 77.096.000,00, somando o total geral de R$ 94.332.000,00.

Valores comercializados por setor:

  1. Pequenos animais: R$ 256 mil
  2. Agroindústria: R$ 175 mil
  3. Pavilhão 1: R$ 3. 240 milhões
  4. Pavilhão 2: R$ 2. 375 milhões
  5. Pavilhão 3: R$ 880 mil
  6. Espaços externos: R$ 9.460 milhões
  7. Alimentação: R$ 850 mil

            PESQUISA DE SATISFAÇÃO

            Durante a Fenamilho, pesquisa de satisfação dos visitantes foi realizada pelo Instituto Cenecista de Ensino Superior Santo Ângelo (Iesa), através da empresa júnior Inovacon. Veja os quesitos abaixo:

Quesito Ótimo/muito bom/bom Regular Ruim
Segurança no Parque 86% 9% 6%
Higiene e limpeza 56% 39% 5%
Preço do ingresso 51% 33% 16%
Preço dos produtos 52% 35% 13%
Preço dos alimentos 35% 36% 29%
Preço das bebidas 26% 37% 37%
Programação cultural 98% 1% 1%
Shows 85% 11% 4%

            PROGRAMAÇÃO CULTURAL

            A MK Projetos e Produções Culturais Ltda aprovou junto ao Ministério da Cultura – Governo Federal, através da Lei Rouanet, a execução da programação cultural da Fenamilho Internacional – 18ª edição no valor de R$ 1 milhão. A Feira conseguiu captar R$ 399.854,00. Na avaliação do presidente Bruno Hesse, “foi um projeto extremamente válido, como podemos perceber pelo índice de aprovação que chegou a 98%. A partir desta edição, eu diria que a Fenamilho também passa a ser uma feira cultural”. A partir da programação cultural, foi possível contemplar mais de 20 mil acesso gratuitos ao Parque de Exposições Siegfried Ritter para alunos de escolas da rede pública patrocinadores, portadores de deficiência e grupos de baixa renda previamente agendados. Hesse ainda acredita que “a experiência também nos deixou o aprendizado de que devemos fazer e tentar aprovar um projeto de menor valor, para melhor distribuição em cada rubrica, em função do seu percentual de aplicação”.

            PÚBLICO

            No total, 114.833 pessoas circularam pelo Parque de Exposições Siegfried Ritter durante os nove dias de Fenamilho Internacional – 18º edição, entre público pagante, comunidade e artistas da programação cultural, expositores e prestadores de serviços. Deste total, 13.630 foram de acessos de veículos. O público de pessoas pagante foi de 51. 903 (ingressos vendidos pela GDO produções e pela Feira). A organização calculou aproximadamente 14 mil pessoas que circularam pelo Parque no dia em que a entrada foi gratuita para toda e comunidade. 20 mil pessoas tiveram acesso à Feira também de forma gratuita através da programação cultural e 1.700 pessoas credenciadas circularam no Parque de Exposições nos nove dias de Feira.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar ao Topo ↑